PIB PIB PIB…

Não é preciso ser economista pra se entender o Produto Interno Bruto. O PIB é um indicador que mostra a produção bruta de um país, ou seja, a quantidade de bens materiais que aquele país gerou em um dado intervalo de tempo.

O PIB é usado na economia para muitas coisas, e há muito debate sobre ele e sobre os índices alternativos propostos. Também não é preciso ser economista pra perceber que o PIB não revela muita coisa. Só pra citar um exemplo, a desigualdade social não afeta o índice, apesar de afetar em muito as condições de vida em um país.

O economista de Cambridge Partha Dasgupta, por exemplo, é um dos proponentes da economia ecológica, que diz que os indicadores econômicos devem levar em conta os índices ecológicos pra se medir a situação de um pais. A economia ecológica mostra que levar em conta os recursos naturais é importantíssimo, e ignorar sua degradação é um dos fatores que contribuiram para a crise econômica atual. Hipnotizados para crescer sem parar o mais rápido possível, não consideramos outros aspectos importantes, e as vezes até mesmo óbvios…

Mas uma proposta radicalmente diferente vem lá do Tibete, mais especificamente do Butão. Um pequeno país incrustado nos Himalaias, o Butão saiu de uma monarquia e criou o FIBFelicidade Interna Bruta. O índice é, em partes, uma paródia do velho PIB. Mas antes que alguém ache que fica por aí, é melhor se aprofundar. Eles não só propuseram, como estão utilizando o índice. E a coisa é séria. O FIB leva em consideração – com pesos matemáticos diferenciados – 72 itens, incluindo questões econômicas, sociais e até mesmo psicológicas. Tentativas de suicídio, por exemplo, fazem parte do cálculo de felicidade de uma população. Temas como o desenvolvimento sócio-econômico sustentável e igualitário, a preservação e a promoção dos valores culturais, a conservação do meio-ambiente natural e o estabelecimento de uma boa governança também são abordados.

Se por um lado o FIB rompe imensas barreiras, por outro, muito tem que ser estudado a partir da iniciativa butanesa, dado o pequeno tamanho do país e de sua população; para entendermos, por exemplo, como poderíamos transportar esta idéia para um país gigante como o Brasil.

De qualquer maneira, a simples idéia de se avaliar a felicidade de uma nação, e a iniciativa ímpar de realmente botá-la em prática, merece atenção.

http://felicidadeinternabruta.blogspot.com/
http://www.nytimes.com/2009/05/07/world/asia/07bhutan.html?_r=1&em
http://www.nature.com/nature/journal/v456/n1s/full/twas08.44a.html

16 Comentários »

  1. Luís josé dos santos said

    Melhor ser feliz e pobre, do que rico infeliz.Não adianta uma nação ter um pib rico e um povo infeliz ,que não usuflui das riquezas que possui.Alem do mais, não adianta se gerar um pib alto, com a destruição dos recursos naturais.Produzir riqueza sem promover a preservação do meio ambiente é como tentar encher um balde de agua quando este está furado;pois assim como a agua se esvai no caso do balde,toda riquesa se esvai,quando a natureza é desconsiderada.PIB sustentável é aquele que tenta integralizar o presente ão futuro;gerindo o presente sem destruir o futuro das geraçoes seguintes.Gostei da iniciativa do tibete,tavez não chegue a ser o povo mais rico,mais com certeza será o povo mais feliz do planeta terra;pois suas futuras geraçoes terão direito a viver.

  2. Joildo Cardozo de Souza said

    Gostei muito da iniciativa deste país de mudar o PIB para FIB, talvés não venha ser um pais rico de dinheiro, mas podem ser um país furamente feliz.

  3. FIB. Felicidade interna bruta. É o que o mundo necessita urgentemente.
    Quando se é feliz não se destrói, só se constrói. Já pensou que gigantesca engenharia mundial de consciência individual e coletiva? Não é utopia, e sim
    iniciativa de sobrevivência ambiental global.

  4. Fortunatho said

    Que bom que um país, como Butão, de um continente com muitos problemas de guerra, miséria e explorado por uma monarquia ditadora, está conseguindo se levantar e sobretudo com entusiasmo nesta criação do FIB – Felicidade Interna Bruta. Parabens, e que o FIB seja um suscesso e possa ser modelo para as outra nações pobres, inclusive o Brasil.

  5. BARBOSA/SIMONESIA-BRAZIL said

    Belissima liçao para o mundo! Pena que ainda se leva na brincadeira uma iniciativa como esta!

  6. marcos paixão said

    excelente o artigo. Gostei demais. Isso é exemplo de grandes idéias que valorizam o meio ambiente e sensibiliza pessoas para com o planeta, que é a nossa casa, parabéns. Gostaria de receber mensagens de vocês através do meu e-imail, ok! Sou estudante de gestão ambiental da UNOPAR.

  7. Helio Marcio Araujo Faria said

    Muito bom essa colocação;e a mais pura verdade ninguem e feliz sendo rico sem poder usurfruir de sua riqueza .E a maior riqueza que nos foi dad foi a natureza , por isso devemos cuidar bem dela;ok!Eu também sou estudante de gestão ambiental da UNOPAR.

  8. carlos aparecido de souza rueda said

    Magnífica atitude deste país! colocando a felicidade, como um fator influente no desenvolvimento econômico. Espero que a econômia mundial, use esse conceito para calcular seu PIB.

    • Quando DEUS disse cressa e multiplique-se estava dizendo não destrua sua casa , a felicidade acima ,mas o homem levou pra outro rumo em vez de felicidade,ambição,egoismo,desigualdeda.Esta ai o motivo do aquecimento global a destruição… sou estudante da UNOPAR

  9. Edivaldo Alves Machado said

    Que bom percebe-se o crescimento de forma holistica, vendo o sistema econômico como um todo, colocando o ser humano como base desta pirâmide, respeitando os fatores emocionais,ecologicos, culturais e etc. O que verdaeiramente importa e SER FELIZ.

  10. Ótima atitude dos butanes , devido o ocorrido guerra, miséria, ter essas idéias , mas infelizmente saber de dados não vai mudar a realidade no Brasil, e nem de outros paises, quando os criadores de leis, não são beneficiado os mesmo não se interação com a realidade

  11. GILBERTO PIZZI ELIZEU said

    simplesmente fantastico, gostei muito; PARABÉNS, PARABÉNS E PARABÉNS.
    na medida do possível gostaria de receber noticias deste, sou aluno de Gestão Ambiental pela UNOPAR de Londrina, obrigado.
    FIB (FELICIDADE INTERNA BRUTA)…

  12. quando gostamos do que fasemos, fasemo com prazer; seja no trabalho o que quer que seja, como no caso dos butaneses, e a felicidade é consequência de nossas atitudes. parabéns para os líderes do fib do pequeno butão que é exemplo a ser seguido.

  13. […] de madeira, peixes pescados predatoriamente, tudo em ritmo sempre crescente. Sempre elevando o PIB com o olhar míope que não alcança mais do que um, na melhor das hipóteses dois ciclos […]

  14. Haroldo Nogueira Pires said

    Foi muito bom ter encontrado este site, tirei minhas duvidas sobre o que é PIB, no momento estamos resolvidos e as futuras gerações serão mais felizes!!!!!

  15. Dione silva de Lima said

    Olha gostei muito da matéria, excelente, mas uma coisa me chamou a atenção e gostei mais ainda, foi a primeira vez que vi varios comentários contrutivos, realmente este é o Brasil nação de um povo reconhecedor do que é bom, parabéns a todos e sejamos felizes!!!!!

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: