A Economia da Intenção

Por Daniel Pinchbeck

Enquanto explorava o xamanismo e estados alterados de consciência, eu descobri o poder da intenção. De acordo com o artista Ian Lungold, que palestrou brilhantemente sobre o calendário Maia antes de sua morte repentina alguns anos atrás, os Maias acreditavam que nossa intenção é tão essencial para nossa habilidade de navegar pela realidade quanto a nossa posição no tempo e espaço. Se você não conhece sua intenção, ou se você está trabalhando com as intenções erradas, você está sempre perdido, e só pode ficar mais desregrado.

Esta idéia se torna extraordinariamente clara ao longo de jornadas psicodélicas, quando seu estado mental se intensifica e é projetado caleidoscopicamente por toda a sua volta. Ao passo que o mundo contemporâneo se torna mais e mais psicodélico, nós estamos recebendo lições duras sobre o poder da intenção em larga escala.

Nas últimas décadas, a elite financeira internacional manipulou os mercados de modo a criar obscenas recompensas para si mesmos às custas dos pobres e da classe média ao redor do planeta. Utilizando de derivativos errantes, CDOS habilidosos (Nota do tradutor: Collateralized Debt Obligations, títulos de securitização que têm dívidas como garantia) e outros truques, eles sugaram ainda maiores quantias de mais-valia criada pelos produtores de bens reais e serviços, criando uma economia baseada na dívida que não poderia deixar de desmoronar. Sua cobiça – uma intenção tão obtusa e frágil – agora explodiu em suas faces, aniquilando em câmera lenta o sistema corrupto que foi construído para servi-los. Mais… (leia o texto na íntegra no nosso site)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: