Sabedoria ancestral

Ó Grande Espírito, cuja voz eu escuto nos ventos,

e cujo sopro dá vida a todo o mundo, escute-me.

Eu venho diante de ti, uma de suas muitas crianças.

Eu sou pequeno e fraco.

Eu preciso de sua força e sabedoria.

Permita-me caminhar na beleza

e fazer com que meus olhos possam sempre

contemplar o vermelho púrpura do pôr-do-sol.

Faça minhas mãos respeitosas das coisas que você criou,

e faça meus ouvidos aguçados para escutar sua voz.

Faça-me sábio, para que eu possa saber as coisas

que você ensinou ao meu povo,

a lição que você escondeu em cada folha e pedra.

Eu busco força, não para ser superior a meus irmãos,

mas para poder lutar contra o meu maior inimigo – eu mesmo.

Faça com que eu esteja sempre pronto para ir a seu encontro

de mãos limpas e olhos focados,

para que, quando a vida desvanecer como um pôr-do-sol,

meu espírito possa ir até você sem vergonha.

Prece dos índios Sioux, selecionada por membros de 16 tribos do Arizona. O original da transcrição, de autor desconhecido, pertence ao Museu do Pueblo de Cabot, situado no deserto de Hot Springs, California. Foi publicada nos jornais de Los Angeles em 1958 para lembrar o “dia mundial da prece”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: