Sobre este site

“Eu não procuro saber as respostas; procuro compreender as perguntas.” – Confúcio (551-479 a.C)

Nossa Premissa

O planeta Tera é o nosso mundo. O único que temos. E ele anda meio caídão, mal das pernas, e já faz algum tempo. 

E você? Já parou para pensar na crise?

Pode ser que ela ainda não tenha batido à sua porta, mas isto não é motivo pra cantar vitória antes da hora. Em termos gerais, o mundo está em crise conjugal (com o capitalismo, antes uma noiva-celebridade deslumbrante, e agora uma cônjugue mesquinha, manipuladora e falida); e o mundo está mal de saúde (com o ecossistema pedindo arrego por baixa imunológica). Mas, como em todo casamento, há muito em jogo para simplesmente se pedir o divórcio. E toda doença que tem em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos – podendo espalhar-se para outras regiões do corpo – pode virar um câncer. Faça a analogia.

Assim sendo, esta crise não é passageira. Ela irá chegar em você, nem que seja indiretamente. Porque o planeta não é apenas a nossa casa: nós é que somos parte dele, assim como os nossos órgãos são parte do nosso corpo. E se ele adoece, nós eventualmente sofreremos as conseqüências.

Então, o que podemos fazer para não nos tornarmos a geração que fracassou em salvar um organismo doente, quando ainda era possível fazê-lo? A resposta tem que começar do começo: primeiramente, nós precisamos adquirir consciência.

Nossa Proposta

Plantando Consciência é um nome que contém uma série de referências acerca da nossa proposta. A começar pelo verbo “plantar”, que diz respeito não somente à natureza, mas também representa um método de se obter resultados que demanda tempo, cuidado e paciência.

Ao contrário de educar, ensinar, induzir, difundir e provocar, entre tantos outros que imbutem uma lógica unidirecional, o ato de plantar, na natureza, só colhe resultados se o terreno estiver fértil. A mesma relação se aplica à questão da consciência humana.

A palavra consciência, por sinal, ao ser agregada com o gerúndio do verbo plantar forma um anagrama deveras interessante. Ao ser pronunciado, o termo pode ser entendido como “Plantando Consciência” ou “Plantando com Ciência”, que diz muito a respeito do método que acreditamos ser o mais eficiente para a interpretação da discussão que queremos semear.

Nosso site se propõe a distribuir um kit básico com os primeiros passos para esta delicada e frutífera tarefa de jardinagem mental. Nós cedemos as sementes, as instruções para o plantio e os nutrientes vitais. Você entra com o terreno fértil e os cuidados diários. E o século XXI deve então, finalmente, florescer.

Visite www.plantandoconsciencia.org, assista aos documentários essenciais que disponibilizamos de graça (e que podem ser assistidos online, em tempo real), comece a desmistificar tópicos “cascudos” através de nossos artigos e navegue pelos nossos posts neste blog. E deixe seu feedback.

Isto posto, queremos deixar claro que nós não endossamos todo o conteúdo dos filmes que disponibilizamos, mas achamos que, por se tratarem de idéias férteis e questionamentos bem fundamentados, todos merecem igual atenção, para que possam contribuir com o debate e estimular a reflexão sobre uma série de questões que ganham cada vez mais importância no presente, e que terão impacto inegável no futuro.


www.plantandoconsciencia.org

13 Comentários »

  1. Olá, Parabéns pela iniciativa, eu acredito que a maioria das pessoas não tem a consciência do problema que estão causando por visarem apenas o dinheiro.

    Até quando vamos viver cercados de pessoas que não conseguem enxergar o que é tão simples de solucionar, se nos unirmos por esse motivo o processo se tornará bem mais rápido e com certeza viveremos em um lugar bem mais tranquilo e menos desigual.

    Rafael Calixto.

    • obrigado Rafael. Esperamos que aos poucos possamos diminuir esta distância entre a maioria sem consciência e a minoria que tem um olho nas questões urgentes do planeta. Semente por semente, vamos plantando!

  2. sebastião edson macedo said

    estou muito satisfeito em ter descoberto este blog.
    preciso dizer meus parabéns à iniciativa, e à qualidade das reflexões aqui propostas. acho que o plantio de consciência é mesmo necessário e seguir por aí é um inteligente modo de apostar numa boa colheita.
    vou colaborar na sua divulgação, de certo.

  3. Voladraks said

    Ora, vejam, humanos dotados da capacidade de agir. São poucos, reconheço, mas o número está aumentando. Tarde demais? Depende: para “salvar” os sistemas político-econômicos desde há muito instalados e atualmente capengas, a resposta é sim; já para mudarmos a forma de pensarmos e sermos enquanto seres dotados de consciência, apesar da visível limitação que nos caracteriza nesse sentido, a resposta é não, não é tarde demais, pois enquanto ainda existir um átimo de esperança, uma vontade firme e reta de alguém em mudar as coisas, a si próprio, nunca será tarde demais para ele mesmo mudar, transformando-se, transcendendo. Se tivessem os homens, nós homens, mais tempo, ah, como seria interessante ver o mundo mudando…pela mudança primeva das pessoas.

    Estarei por perto…

    Pax et Lux.

  4. Enteo said

    Olá,
    Gostaria de acrescentar este blog no enteogenos.org/blog/soma. Trata-se de um agregador que pega os feeds de varios sites e os publica como chamadas.

    Se te interessar isso, me avise, pois preciso pegar o feed da tag que vc usa para postar sobre enteógenos/psicodélicos. Aí sempre que vc postar usando essa tag, sai uma chamada lá no Soma também.

    abs

    • Claro, pode fazer, muito bacana a iniciativa! Temos que fazer algo daqui pra isso funcionar?

      abs!
      Marcelo

      • Enteo said

        Obrigado! Sim, para funcionar a gente precisar combinar uma tag para você usar. Poderia ser “enteógenos”, aí todo post que vc marcar com essa tag seria listado lá no Soma.

        abs

  5. Reinaldo Caruso said

    Olá,

    Parabéns pelo site, fiquei fã a primeira lida, rsrs.
    Compartilho bastante do mesmo pensamento de voces, faço aqui em Floripa uma pequena publicação chamada Alma_Naq, com 1.000 exemplares distribuídos gratuitamente, falando sobre permacultura, eco-aventuras e terapias naturais. Gostaria de saber se posso utilizar algum texto de voces, com os devidos créditos, na revista. Esse último sobre Permacultura está perfeito.

    Fraternalmente

    Reinaldo

  6. monica said

    olá galerinha do site…gostaria de agradecer pelas postagens…muito bacana o trabalho de vcs!!!
    estou me encontrando muito com esse site…queria desejar meu incentivo e meus parabéns!!!

  7. Pedro said

    + 1 Parabéns! Já venho acessando o site a um bom tempo bem esporadicamente. Agora pretendo acompanha-lo e semear essas boas informações com mais frequência. O site faz jus ao nome, sinto isso fisicamente a cada arrepio que tenho ao ler aqui, alias gostaria de saber da onde estes vem, sinto como se algo superior estivesse concordando com meus pensamentos, dando um sinal de que estou no caminho certo ou me aproximando de algum mistério haha Um dia descubro! Parabéns novamente! Muito bom ver gente disposta fazendo!

  8. arnaldo said

    seu blog é muito bom

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: